A história do wakeboard

O wakeboard surgiu na década de 80 nos EUA, como uma alternativa para os surfistas nos dias de poucas ondas. Ainda nesta época alguns surfistas colocavam alças e suas pranchas e eram rebocados pelos barcos.

Em 1979, na Califórnia, o americano Tony Finn inventou o “skurfing” que era nada mais nada menos do que já acontecia. Surfistas sendo puxados pelos barcos em suas pranchas com alças.

Com o passar dos anos o skurfing deu origem ao wakeboard que continuou evoluindo.

Em 1997 foi oficializado no Brasil já mais desenvolvido, pois o esporte foi se adequando desde a sua criação sofrendo ajustes até então.

O objetivo sempre foi desde o início apenas um: ficar de pé na prancha, segurando em um cabo e rebocado por algo na água.

Portanto podemos dizer que o wakeboard é uma variação do surf utilizando uma prancha semelhante ao snowboard (na neve) também com botas conectando prancha e rider.

Geralmente os barcos que puxam formam as ondas as quais os riders fazem suas manobras na água e no ar. E é importante reforçar o uso de equipamentos de salvatagem para garantir a segurança e evitar possíveis acidentes.

Vamos praticar?

Educador físico, mestre em administração, atleta, professor de wakeboard do empresa @naondadorio. Um amante dos esportes e louco pela vida!

Todas as postagens do autor
INICIO